Outubro Rosa: a prevenção do câncer de mama está em suas mãos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on skype
Share on telegram
Share on whatsapp

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo; autoexame ajuda na prevenção e no diagnóstico precoce da doença.

Formado pela multiplicação de células anormais que dão origem a um tumor, o câncer de mama é o segundo mais recorrente entre as mulheres, sendo o primeiro o câncer de pele.

Para promover a conscientização sobre o câncer de mama, proporcionar mais informações sobre o acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento, e também contribuir para a redução da mortalidade das mulheres, foi criado na década de 1990 o movimento Outubro Rosa. A campanha é uma alusão ao seu símbolo: um laço cor de rosa mundialmente conhecido, que representa a luta das mulheres conta o câncer de mama.

Com a dificuldade de acesso aos exames de mamografia, seja pelas grandes filas de espera do Sistema Único de Saúde (SUS), que oferta o exame de forma gratuita, ou pela falta de acesso ao equipamento em muitas cidades do país, uma importante forma de prevenção do câncer de mama é o autoexame.

Método simples e que pode ser feito em casa por toda mulher, o autoexame deve ser realizado uma vez ao mês e consiste em três passos simples: observação em frente ao espelho, palpação da mama em pé e a repetição da palpação deitada.

Câncer de mama é o mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo (Foto: Instituto Conde)

DICAS PARA FAZER O AUTOEXAME DE MAMA:

  1. Observe a mama com os braços para baixo, rentes ao corpo;
  2. Levante o braço esquerdo, colocando a mão atrás da cabeça, e faça a palpação da mama esquerda com a mão direita;
  3. A palpação deve ser feita com os dedos da mão juntos e esticados em movimentos circulares em toda a mama, de cima para baixo;
  4. Pressione os mamilos suavemente para observar a saída de qualquer líquido;
  5. Repita o mesmo movimento na mama direta;
  6. Após fazer todo o processo em pé, deite e coloque o braço na nuca;
  7. Repita a palpação nas duas mamas;
  8. Avalie o tamanho, forma e cor das mamas, assim como inchaços, saliências ou rugas. Caso perceba alguma alteração, procure um ginecologista.

É muito importante que todas as mulheres após os 20 anos, que tenham casos de câncer na família, ou com mais de 40 anos, sem a incidência de câncer entre os familiares, realizem o autoexame da mama e a mamografia.

Vale lembrar que, quando diagnosticado precocemente, o tratamento para o câncer de mama torna-se muito eficaz e é possível, até mesmo, evitar terapias mais agressivas.

De acordo com dados do Ministério da Saúde e do Instituto Nacional do Câncer (INCA), entre 2016 e 2017, foram registrados aproximadamente 58 mil novos casos de câncer de mama.

Por isso, cuide de sua alimentação, pratique atividades físicas, faça o autoexame e tenha sempre um acompanhamento médico.

Fontes: Farma Conde – G1 – Globo.comEste conteúdo não é de responsabilidade da Biomig Brasil.